home

Lideranças da RJE reúnem-se no 12º Fórum das Equipes Diretivas

Direções Gerais, Acadêmicas, Administrativas e Coordenadores de Formação Cristã e Pastoral das 17 unidades educativas da Rede Jesuíta de Educação Básica (RJE) participaram, de forma on-line, entre 03 e 05 de abril, do 12º Fórum das Equipes Diretivas. As equipes do Colégio dos Jesuítas, da Escola Santo Afonso Rodriguez (Esar) e do Colégio São Francisco Xavier foram as responsáveis por organizar os momentos de oração que abriram os três dias do evento.

Na fala de abertura, o diretor da RJE, Fernando Guidini, apresentou direcionamentos importantes para o trabalho em Rede ao longo do ano. “E, nesse início de novo ano acadêmico, já tendo praticamente dois meses letivos, nós conseguimos, como grupo, um tempo de parada de qualidade para refletirmos sobre algumas dimensões do nosso fazer educativo inaciano. Como lideranças e sobre o espírito dos 10 anos da Rede e o significado desta grande comemoração, vamos analisar um pouco da nossa caminhada à luz das Preferências Apostólicas. Quais possibilidades? Quais impactos? Quais significados mais potentes temos em nossas mãos para, juntos, irmos avançando naquilo que é o futuro da nossa Rede?”, perguntou. Logo após, Ana Loureiro, assessora pedagógica da RJE, apresentou o documento Inovação Pedagógica: contexto e proposta da Rede Jesuíta de Educação Básica, resultado do Grupo de Trabalho (GT) Inovação Pedagógica. O material apresenta uma conceituação de inovação para educadores, docentes e não docentes da Rede, inspira discussões sobre o tema e pretende ajudar as unidades educativas em seus processos de inovação pedagógica. O documento também servirá de subsídio para o II Congresso da RJE e VII Congresso Inaciano de Educação, no mês de agosto.

O Pe. Josafá Carlos de Siqueira, SJ, ex-reitor da PUC-Rio, do Rio de Janeiro (RJ), e professor do Departamento de Biologia da Universidade, foi convidado para falar sobre a quarta Preferência Apostólica Universal (PAU) da Companhia de Jesus, “Colaborar no cuidado da Casa Comum”. Para o jesuíta, o “Cuidado da Casa Comum Planetária supõe uma visão sistêmica entre o teológico, antropológico e ecológico. Uma concepção educativa integradora, na perspectiva católica, supõe um alinhamento entre os apelos do magistério da Igreja  (Laudato Si’ e Laudate Deum), os clamores das ciências e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU”. Pe. Josafá também falou sobre para onde a educação inaciana deve mirar o olhar para atender melhor a quarta Preferência. O segundo dia terminou com a apresentação da tese de doutorado do diretor-geral do Colégio Loyola, de Belo Horizonte, Pe. Mário Sündermann, SJ, intitulada Projeto Educativo Comum e Gestão Colaborativa no contexto da Rede Jesuíta de Educação no Brasil.

No último dia do Fórum, Pe. Francys Silvestrini Adão, SJ, professor de Teologia na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia(Faje), falou sobre o De Statu Societatis, documento que reflete o que é a Companhia de Jesus, seus compromissos e desafios, e que serve como guia para os próximos anos para ajudar a entender as habilidades e possibilitar as tomadas de decisão mais conscientes. As assistentes sociais da Província, Leila PIzzato e Tatiane Sant’Ana, relembraram os principais documentos, orientações e processos da Política de Ação Social da Província e destacaram os avanços do trabalho social em educação na RJE. Por fim, a equipe de Comunicação da Província apresentou a campanha social da Rede, que será lançada na segunda quinzena de abril. “Nestes três dias, o coração pulsa com muita alegria, a partir de toda a vida que a gente congrega como grupo e a vida partilhada também das nossas 17 unidades educativas. Somos Rede. Somos obras educacionais a serviço da missão da Companhia de Jesus no Brasil. Agradecimento pelo trabalho realizado, pelo significado e sentido de corpo, pelo pertencimento expresso em gestos, palavras e ações”, destacou o professor Fernando Guidini, no encerramento do evento.

Compartilhe

Últimas notícias