home

23ª Trilha dos Santos Mártires das Missões é concluída com sucesso

No dia 19 de novembro encerrou-se junto à 90ª Romaria Diocesana ao Santuário do Caaró, no Rio Grande do Sul, mais uma edição da Trilha dos Santos Mártires das Missões. A caminhada, que acontece anualmente desde 2001, iniciou no dia 12, no Passo do Padre, em São Nicolau, divisa com a Argentina. Depois de superar 180 quilômetros em oito dias, além de inúmeras adversidades, os peregrinos chegaram ao Caaró bastante emocionados. Nesse local consagrado foram recepcionados calorosamente pelo irmão jesuíta Celso Schneider, SJ, incansável apoiador da Trilha, e que recentemente assumiu a administração do santuário. 

Segundo Ana Paula Alvarenga, presidente da Associação dos Amigos da Trilha dos Santos Mártires das Missões (Aatrisamm), entidade que organiza a peregrinação, “concluir a 23ª Trilha dos Santos Mártires das Missões, após ter enfrentado extremos de calor e chuvas intensas, e mesmo assim ter um grupo motivado ao final da jornada, é gratificante. Neste ano, resiliência, comprometimento, e o espírito de equipe foram ingredientes determinantes para que todos chegassem ao Caaró em segurança. Também pudemos contemplar nosso projeto de sinalização saindo do papel, além de levarmos cultura e entretenimento às comunidades, que nos retribuíram com abraços, sorrisos, gentileza, generosidade e amor. Na Trilha conhecemos o melhor das pessoas, e trazemos para ela aqueles que amamos. Definitivamente, fazer o caminho de São Roque, Santo Afonso e São João é uma experiência que não se explica, precisa ser vivenciada por cada um que queira conhecer esta história de quase 400 anos, repleta de fé, espiritualidade e amor à natureza.”

A Trilha dos Santos Mártires é uma peregrinação anual que há 23 anos congrega dezenas de caminhantes na região das Missões, no noroeste do Rio Grande do Sul. É inspirada na trajetória dos santos Roque Gonzales de Santa Cruz, Afonso Rodrigues e João de Castilhos, sacerdotes da Companhia de Jesus que iniciaram no século XVII a evangelização dos índios guarani no atual território do Rio Grande do Sul. Ao longo de 180 quilômetros, os peregrinos são recepcionados pelas comunidades locais, assistem a palestras e celebrações religiosas, além de poder contemplar as belezas naturais da região. A Trilha está sendo totalmente sinalizada e também pode ser feita a cavalo no mês de maio, ou de bicicleta no mês de outubro.

Um dos principais objetivos da Trilha dos Santos Mártires é celebrar em 2026 os 400 anos de presença jesuítica no Rio Grande do Sul. Para rememorar esse importante capítulo de nossa história a Aatrisamm está preparando várias atividades. Em abril de 2024 será realizado o V Seminário Internacional de História, Educação e Turismo da Região das Missões, na cidade de Caibaté. Para novembro de 2025, em comemoração aos 25 anos de existência da Trilha, está prevista uma peregrinação internacional. A caminhada de 450 quilômetros seguirá os passos de Roque Gonzales desde San Inacio Guazu, no Paraguai, passando pela província de Misiones, na Argentina, e ingressando no Brasil pelo Passo do Padre, até finalizar no Santuário do Caaró. Os projetos estão sendo conduzidos pelo criador da Trilha, professor Sergio Venturini, e podem ser acompanhados por meio das redes sociais da Aatrisamm.

Instagram: @trilhadossantosmartires

Facebook: www.facebook.com/trilhadossantosmartiresdasmissoes

Texto: Alberto Ensslin Wendt
Fotografia: Aatrisamm

Compartilhe

Últimas notícias