home

Semana de Estudos Amazônicos começou hoje na FEI

Hoje (26), em uma cerimônia solene, teve início a 5ª Semana de Estudos Amazônicos (Semea) na Faculdade Fundação Educacional Inaciana Pe. Sabóia de Medeiros (FEI), localizada em São Bernardo do Campo, município da Grande São Paulo (SP). As portas da instituição abriram-se com uma musicalidade diferente, cheiros, sabores e cores diversas. Tratava-se da mística dos povos originários e tradicionais da Amazônia que tomou conta do espaço da FEI.

Na mesa de abertura, o Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida (Olma), que articula e impulsiona esse evento, recebeu algumas autoridades, entre elas, o provincial do Brasil. Para o Pe. Mieczyslaw Smyda, SJ, a Companhia de Jesus traz um DNA missionário e, nesse sentido, a Amazônia sempre foi um lugar sagrado de missão: “Ser mais Amazônia para nós não é só uma ideia, é um espaço e um olhar teológico que nos ensina a olhar o mundo na perspectiva de que Deus o criou para todos. Nosso espírito é amazonizado por esse compromisso”. Ele acrescentou que “é necessário resgatar os valores dos povos da Amazônia e a itinerância é uma delas”. O provincial relembrou o serviço da Equipe Itinerante e da Equipe Indigenista como um serviço generoso aos povos da floresta e o bem que a Companhia faz no mundo.

Para o reitor da FEI, Prof. Dr. Gustavo Donato, acolher a Semea na faculdade é um privilégio, especialmente porque é um trabalho de construção coletiva. “À luz da Laudato Si’, da preferência que trata do cuidado da nossa casa comum, da visão de ecologia integral e, especialmente, todas essas emergências que se impõem no mundo da nossa humanidade, as temáticas discutidas foram consideradas não só essenciais assim como dialogam diretamente com a missão, a visão e também as eleições estratégicas da FEI”, afirmou ele.

Participaram da mesa de abertura do evento: o delegado para a Preferência Apostólica Amazônia (Paam), Pe. David Romero, SJ; o secretário para a Justiça Socioambiental, Pe. Jean Fábio Santana, SJ;  o secretário para  Juventude e Vocações, Pe. Edson Tomé, SJ; o presidente da FEI, Pe. Theodoro Peters, SJ; o superior do Núcleo Apostólico de São Paulo, Pe. Edison de Lima, SJ; Ir. Irene Lopes, da Rede Eclesial Pan-amazônica (Repam); e a liderança indígena Marcivana Sateré Mawé.

No dia de hoje também foi inaugurada no auditório da FEI uma placa simbólica para marcar que a Semea não é só um evento de passagem, mas um compromisso da faculdade com a Amazônia e seus povos.

A Semana de Estudos Amazônicos vai até a próxima sexta-feira (29). Para mais informações, acesse: https://bit.ly/3rkkYk5

Compartilhe

Últimas notícias